Não fique estagnado

Não fique estagnado
Você já se sentiu estagnado? Tenho certeza de que todos passamos por isso em algum momento. Sentir-se estagnado é como ter medo: acontece com todos, mas nem todos superam isso. A superação acontece quando você consegue se desestagnar, e não quando ignora o problema.

Quando você se sente estagnado, entender o motivo disso é útil. Mas apenas perguntar "Por que me sinto estagnado?" nem sempre funciona, porque o caso pode ser muito mais uma sensação geral do que um mal específico.

Então, aqui estão algumas outras questões que podem ajudá-lo a resolver as coisas. Pergunte-se a si mesmo e veja o que tem a dizer.

1. Quais são as minhas verdades?

No que você acredita sem além de qualquer dúvida ou ceticismo? A resposta pode ser uma pequena lista de cinco itens, ou pode preencher várias páginas em um caderno. Seja o que for, é a sua verdade.

Sua verdade pode ser diferente das de outras pessoas. Na verdade, provavelmente será. Para entender isso, pense em um grande problema mundial: mudanças climáticas, uma crise de refugiados, falta de água limpa, educação para meninas. Qual destes você acha que é o mais importante para abordar?

Se você pedir a cinco pessoas, você pode obter cinco respostas diferentes. Mas alguma delas está errada? Não estão, elas são apenas as verdades de cada pessoa.

2. Quais são os meus valores?

Ao responder a esta pergunta, certifique-se de ser específico e exclusivo. Escolher valores é tudo sobre priorização. Praticamente todas as empresas do mundo têm "excelência" como um dos seus valores fundamentais, mas o que isso realmente significa? É como dizer ao gênio da garrafa que seu desejo é ter desejos ilimitados. É uma boa tentativa, mas ele já ouviu essa antes.

Quando você escolhe apenas dois ou três valores, você deve fazer escolhas difíceis. É mais importante ser curioso ou corajoso? É melhor ser generoso ou gentil? As diferenças são sutis, mas significativas. E, assim como a questão da verdade, suas respostas serão diferentes das de outras pessoas. E esse é o propósito. Ao entender seus valores, você terá mais facilidade para tomar decisões.

3. Se eu tivesse apenas um ano de vida, como eu viveria?

Às vezes, as pessoas imaginam: "Se eu tivesse apenas 24 horas restantes ...", mas não acredito que isso seja tão interessante quanto pensar em um ano. Com 24 horas, suas opções são bastante limitadas. Hedonismo, reparação, paraquedismo, caridade de última hora - todas essas coisas são possíveis, mas com elas não é possível construir nada.

Então, se você tiver um ano inteiro, pode fazer todas as coisas na lista de 24 horas e ainda terá mais 364 dias. Qual é o plano?

4. Eu tenho arrependimentos?

É melhor enfrentar o arrependimento de frente em vez de deixá-lo morando em seu subconsciente. Se há algo que você gostaria de ter feito de forma diferente, ou apenas algo que você gostaria de ter feito, pergunte-se é tarde demais?

Se não for, talvez seja hora de você trabalhar nisso.

Se for, considere como você pode evitar essas situações no futuro. E, finalmente, perdoe a si mesmo. Não podemos mudar o passado, e há algumas coisas que não podem ser corrigidas. Viva hoje e construa para o amanhã.

5. O que é que eu PRECISO fazer, por mais difícil que seja?

Aviso: uma resposta honesta a esta pergunta pode mudar sua vida.

No meu caso, a resposta me levou a visitar todos os países do mundo. Mais do que qualquer outra razão - meu amor pela viagem, a definição de metas, a personalidade compulsiva, "simplesmente parecia divertido" - uma vez que eu percebi que a ideia não me deixaria em paz, isso se transformou em um desafio de "eu tenho que fazer isso" que eu simplesmente precisava assumir.

Tem alguma coisa assim na sua vida? Se você está ignorando isso, ou dizendo a si mesmo que você se dedicará a isso "quando eu tiver tempo", pode ser exatamente por isso que você está se sentindo estagnado.

Ah, e se a sua resposta parece algo irracional, ou se é algo que as pessoas ao seu redor não compreendem, você pode estar no caminho certo.

Fonte: Administradores.com.br